profissão?

Por Caio Paganotti

você, querido jornalista, perde uma oportunidade de trabalho porque teve um outro carinha que comprou um computador e começou a escrever.

você, querido publicitário, perde o trabalho dos sonhos porque teve outra pessoa que baixou o illustrator na internet.

você, querido maestro, é substituído na sua câmara porque teve um cara que comprou os 20 maiores sucessos da década de 80 – e agora “tá mandando muuuuito” (por um precinho mais camarada).

você, querido cirurgião, é substituído no seu hospital por um cara que achou um jogo de bisturis muuuuito estáile da década de 20 por 50 conto no mercado livre.

pode parecer bizarro, mas isso realmente acontece em certas profissões.

acho que o papo hoje será meio chato, mas tava tudo entalado na minha garganta e resolvi pôr (porque o acento diferencial AINDA não caiu!) pra fora.

tirem 6 minutinhos da vida de vocês e assistam o programa engraçadinho do luís fernando guimarães:

e aí? o que eu faço com os anos de estudo, os váááários filmes batidos, as noites em claro estudando fenômenos de óptica, buscando referências, aperfeiçoando a prática, lendo livros sobre a linguagem fotográfica e sobre a filosofia da caixa preta?

aí chega um carinha num fórum de fotografia em que eu participo e diz: “putz, peguei um casamento pra fotografar! tinha um outro cara que ia fotografar, mas aí eu joguei o preço lá embaixo e peguei o trampo! shuashuahuashua ow, mas o q q é “mm” numa câmera? e f/ sei lá o q? eu preciso saber dessas coisas pra fotografar um casamento?”

e aí? sento e choro?

infelizmente, estou realmente num mercado em que basta comprar uma câmera fotográfica para ser fotógrafo. o que faço? passo fome ou cobro um real por fotos? aí, com trabalhos de 50 fotos, só preciso realizar uns 100 trabalhos pra poder fazer um upgrade no equipamento. e esqueça as contas, meu amigo…

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Fotografia

2 Respostas para “profissão?

  1. André Sobreiro

    Discuti isso dia desses com a Cássia. Como nossa profissão não é enxergada. Se vc naum escreve como os grandes escritores, vc só escreve! E escrever não é dom ou talento é meta de secretária de educação… Lendo isso vi que pra vocês a coisa não é diferente…

  2. Thais

    putz, q bosta isso.
    mas o pior eh que as vezes vc escreve um texto desse pras pessoas se conscientizarem e elas continuam com o mesmo pensamento de sempre. e ate amigos nossos q deveriam nos apoiar preferem confiar no trabalho pessimo de pessoas q cobram uma mixaria.
    isso acontece mesmo. certas pessoas contratam qq coisa. a gente tem q eh q procurar as pessoas que valorizem.

    beijinhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s