retrato em branco e preto

“… e o que é que eu posso contra o encanto
desse amor que eu nego tanto
evito tanto e que no entanto
volta sempre a enfeitiçar
com seus mesmos tristes velhos fatos
que num álbum de retratos
eu teimo em colecionar

(…)

eu trago o peito tão marcado
de lembranças do passado e você sabe a razão
vou colecionar mais um soneto
outro retrato em branco e preto
a maltratar meu coração”

se tom e chico me deram o tom, quem sou eu para negá-lo?

a vida em p&b é mais simples, mais enxuta e, quiçá, mais facilmente entendível – daí a expressão “preto no branco”. não quero tár menosprezando as cores também – elas guardam, sim, um lugarzinho especial no meu coração. mas o p&b sempre me fascinou. ele me parece mais vivo, mais expressivo. therefore, creio que o melhor resultado ao se retratar alguém surgirá em p&b.

gosto bastante de tirar fotos de pessoas. elas são imprevisíveis, e é exatamente isso que você pode esperar dos resultados (com o perdão do oxímoro).

grandes retratistas já fizeram a sua história (quem sabe um dia eu não chego lá?). gosto bastante do marcio scavone (entrem na seção de retratos e entendam a força do p&b), que fotografou bastante (será que ainda o faz?) pra última página da carta capital. sempre um perfil interessante de alguma personalidade xis.

o scavone também usa umas cores aqui e acolá, mas certas coisas são apenas perceptíveis em p&b. há algum outro jeito de retratar jô soares? ou outro modo de capturar todas as marcas de expressão da fernanda montenegro?

bom, o scavone é só um exemplo aqui da terrinha. tem o bob wolfenson, que tá no masp desde 1990, mas, infelizmente, caiu nos olhos do povo só após clicar para a playboy. o richard avedon, provavelmente, é um dos maiores retratistas ever. gosto bastante do elliott erwitt, e não só dos seus retratos. e, pelamor, entrem na parte de portraits do site dele e vejam o retrato da marilyn (é o primeiro da seqüência), que é uma das coisas mais perfeitas desse mundo (o retrato, ok?)

bom, chega de palavras. aí vai uma série de retratos de alguns amigos.

enjoy!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Fotografia

2 Respostas para “retrato em branco e preto

  1. Guilherme Dearo

    Lindas as fotos, Paguinha! Principalmente o momento que você conseguiu captar com as fotos da Marina (a segunda), da Ni, do Firmeza e do Caião&Nanda.

    Também acho bem mais legais as fotos p&b, elas adquirem um tom especial, não sei direito por que.
    É estranho… antigamente, quando só existiam fotos p&b, as pessoas tinham essa impressão especial delas? Ou sonhavam com cores vivas em seus retratos?

    Acho que fotos p&b nos atraem e se tornam especiais porque elas perdem um pouco da realidade. Elas deixam de ser uma cópia do real como o vemos a olho nu (formas, cores, tons, etc…) e passam a ser um ícone da realidade, é como a gente se transformasse numa brincadeira, ou num personagem.

    Abraços!

  2. Mafalda

    lindíssimas como sempre… e um pouco diferentes das pbs de antes! Só fiquei emo pq não tem nenhuma minha! hahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s